O que é o CBD?

O que é o CBD? Tudo sobre CBD em Portugal!

O CBD está a tornar-se cada vez mais popular. Publicitado e utilizado por famosos e atletas, os seus benefícios são também partilhados nas notícias pelo mundo fora. Há cada vez mais pessoas a recorrerem a este suplemento para melhorar as suas condições de saúde.

Porém, o que é o CBD? Como funciona? Será o CBD legal em Portugal? Neste texto iremos tirar todas as tuas dúvidas, para que descubras também como incluir o CBD na tua dieta, tornando-a mais equilibrada e saudável.

O que é o CBD?

O Cannabidiol (também conhecido como CBD) é um dos muitos fitocanabinóides, compostos naturais provenientes da planta de canábis utilizada para fins medicinais, legal e autorizada em Diário da República portuguesa

Tal como comprovado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o Cannabidiol é uma substância responsável por efeitos benéficos para a saúde dos seus utilizadores, fugindo a eventuais efeitos nocivos associados ao consumo de derivados da canábis.

Além disso, em praticamente todos os casos, o CBD é derivado do cânhamo, uma variedade de canábis com níveis baixíssimos de THC (0,2% ou menos, como previsto na lei). Uma vez que esta pequena quantidade de THC não é suficiente para causar grandes efeitos psicoativos, o cânhamo é legal em Portugal.

O CBD dá “moca”?

Apesar de ser um composto proveniente da planta de canábis, a verdade é que o baixo nível de THC não permite que tenha qualquer tipo de ressaca ou “moca”. A implementação do CBD na tua dieta, seja através de um óleo ou outro produto, não carrega quaisquer riscos adversos.

Como funciona o CBD?

Todos nós temos o que se chama de um sistema endocanabinóide (ECS), representado numa rede de recetores canabinóides e endocanabinóides presentes no nosso corpo, bem como enzimas especiais. Ora, o papel principal desses recetores e enzimas é manter a homeostase – um estado saudável de equilíbrio dentro do corpo. 

Assim, atuando diretamente sobre esses recetores, o CBD causa uma sensação de grande alívio, descompressão, anti-stress e até de desinchaço em determinadas zonas do corpo. Tudo isto acontece porque o ECS é responsável por regular processos vitais como o sono, o metabolismo, a função cerebral, a dor e o stress, tendo um grande impacto na tua saúde geral.

Mas não ficamos por aí. O CBD pode ainda influenciar outros sistemas no seu corpo, como a serotonina, gaba e recetores de adenosina, permitindo uma atuação mais abrangente no corpo e um conjunto ainda maior de benefícios. 

Que tipos de produtos de CBD existem?

Acima de tudo, existem três tipos de produtos de CBD que podes comprar legalmente e com prescrição médica:

  • CBD de espectro completo: extrato de plantas inteiras, que contém todos os fitocanabinóides, terpenos e outros compostos ativos que são naturalmente encontrados no cânhamo (incluindo THC).
  • CBD de espectro amplo: semelhante ao espectro completo, mas isolando e removendo o THC. Todos os produtos CBDbom são fabricados em ‘espectro amplo‘.
  • CBD isolado: CBD puro, sem outros compostos de cânhamo.

A ideia é optares por um tipo de CBD que se adapte às tuas necessidades. Para tal, dentro da legalidade do consumo em Portugal, é necessário que o produto de CBD seja aconselhado e prescrito por um profissional de saúde que te acompanhe.  

Qual é o efeito sinérgico causado pelo cânhamo?

Apesar do foco estar nos benefícios que os produtos de CBD apresentam, a verdade é que este não é o único composto benéfico presente no cânhamo. Existem dezenas de outros fitocanabinóides ativos, bem como outros compostos benéficos, tais como: terpenos, flavonoides, ácidos gordos, minerais, entre muitos outros. 

Todas estas substâncias podem ter efeitos benéficos, trabalhando em sinergia e produzindo o que os investigadores médicos chamam de “efeito de comitiva” ou sinergético. Graças a este efeito, as fórmulas de CBD de espectro completo podem oferecer maiores benefícios do que aquelas que contêm apenas CBD puro. 

Ao optar por uma fórmula de CBD com essas diferentes substâncias, sentirás um efeito maior do que o CBD por si só.

Testagem externa de CBD

A testagem externa é importante porque é realizada por um laboratório independente, responsável por testar todos os nossos produtos de CBD e confirmar que estes contêm os níveis corretos de CBD, THC e outros canabinóides. Estes testes também procuram e eliminam a potencial presença de pesticidas e outros contaminantes.

Qual é a dose de CBD que devo tomar?

Até ao momento, não existem recomendações oficiais relativas à dose ideal de CBD. Isto porque a dosagem ideal varia drasticamente de pessoa para pessoa. 

Algumas das variáveis que podem influenciar a dosagem são: o teu peso, a genética, a razão pela qual estás a tomar CBD, o tipo de produto que estás a usar, entre outras. Como resultado, o que funciona para uma pessoa não é necessariamente aplicável a outra.

A abordagem recomendada pelos especialistas, na área da saúde, é que comeces “devagar e com doses controladas“.

Quais são as principais formas de usar CBD?

Ao contrário do que possas pensar, o CBD é bem diferente de outros suplementos naturais. E um dos aspetos mais interessantes do CBD é que há inúmeras maneiras de introduzi-lo no corpo, até de forma que a que não pareça que o estás a consumir. 

Existem quatro métodos para utilizar o CBD no dia-a-dia: sublingual, oral, inalação e tópico.

  • Sublingual: colocas o CBD debaixo da língua (geralmente em óleo), para permitir que seja absorvido diretamente nos seus vasos sanguíneos, contornando a digestão. É a forma mais comum e eficaz.
  • Oral: ingeres o CBD de forma normal. Podes misturá-lo num chá ou café, ou utilizá-lo para complementar uma receita deliciosa. Desta forma, passa pelo sistema digestivo e demora mais tempo a produzir os efeitos desejados. Contudo, os mesmos poderão ser mais duradouros.
  • Inalação: inalas o CBD através de um vaporizador, por exemplo. Este método produz efeitos quase instantâneos, mas os mesmos desaparecerão muito mais rapidamente em comparação a outros métodos.
  • Tópico: colocas CBD diretamente na pele em forma de creme, pomada, bálsamo ou outro produto tópico.

Que tipos de produtos CBD existem?

Com o aumento de popularidade e procura de CBD em Portugal, existe uma variedade cada vez maior de produtos disponíveis à venda. Desde óleos a cremes, passando por gomas de CBD, eis os quatro tipos de produtos mais comuns para começares a introduzir o CBD na tua rotina:

  • Óleo de CBD: o produto mais famoso. O óleo de CBD contém extrato de CBD dissolvido num óleo de coco e toma-se colocando algumas gotas debaixo da língua, para permitir a absorção direta na corrente sanguínea. É a solução mais popular em Portugal, graças à sua relação custo-eficácia, controlo fácil de dosagem e efeitos relativamente rápidos e duradouros.
  • Cápsulas de CBD: as cápsulas oferecem uma forma acessível e conveniente de obter uma dose precisa de CBD diária. Também são reconhecidas pelos seus efeitos duradouros. 
  • Gomas de CBD: tal como as cápsulas, as gomas são fáceis de usar, tendo a vantagem de serem deliciosas. Na verdade, não há maneira mais agradável de adicionar CBD à tua rotina diária como as suas gomas doces. 
  • Cremes CBD: aplicar o CBD com cremes, diretamente na pele, é a melhor opção para o alívio localizado, seja dor ou inchaço. Ao contrário de outros tipos de produtos CBD, os cremes só terão efeitos na área em que estes forem aplicados. 

O CBD é legal em Portugal?

Portugal foi, sem dúvida, um país pioneiro na sua abordagem à canábis e às drogas em geral. Em 2001, tornou-se o primeiro país a descriminalizar a posse e consumo de toda e qualquer substância psicotrópica, canábis incluída. De olhos postos em nós, muitos países seguiram o exemplo e aderiram a esta revolucionária abordagem no combate às drogas.

Mas as coisas não ficaram muito bem paradas desde aí.

Apesar de, em 2018, ter sido aprovada a utilização de canábis para fins medicinais, a mesma está limitada a que tenha uma prescrição médica e apenas é prescrita para um conjunto reduzido de condições.

Para ultrapassar esta barreira, os produtos à base de CBD são disponibilizados no mercado português sob a forma de suplementos alimentares, sendo assim possível comercializar o CBD ao abrigo da lei.

Apesar de, legalmente, ser uma área ambígua para quem vende, quem compra está a fazê-lo de forma legal. Parece complicado, nós sabemos, mas é assim que as coisas funcionam por aqui.

Em suma, é possível (e legal) adquirir e consumir produtos à base de CBD em Portugal, sejam eles óleos, comestíveis, ou o que quiserem. Podem fazê-lo em várias lojas físicas especializadas, ou até mesmo na Internet.

Conclusão: vale a pena comprar produtos de CBD?

O CBD é uma substância natural utilizada por milhões de pessoas em todo o mundo. 

Para além dos seus benefícios testados e comprovados em laboratórios independentes, também a Organização Mundial de Saúde  considerou oficialmente o CBD como sendo um composto seguro, sempre que a sua taxa de THC seja respeitada de acordo com as leis em vigor (como é o caso em Portugal).

Ainda assim, deverás sempre consultar o teu médico ou outro profissional de saúde qualificado antes de tomar CBD ou qualquer outro suplemento. 

Isto é especialmente verdade para:

  • Gravidez ou fase de amamentação.
  • Existência de outras complicações médicas.
  • Consumo de outros suplementos ou medicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *